Escolha uma Página

O consórcio já é reconhecido pelos brasileiros como uma importante modalidade para planejar a realização de sonhos, pois permite desde a formação de patrimônio até a contratação de serviços.

Talvez você ainda não saiba o que é necessário para fazer parte de um consórcio, ou até mesmo, quais atitudes devem ser tomadas antes de escolher uma administradora, pensando nisso a Ômega consórcio preparou algumas dicas básicas do que você precisa saber antes de tomar qualquer decisão.

 

1 – Só compre de administradora autorizada pelo Banco Central.

Antes de tomar qualquer decisão é importante averiguar se a administradora escolhida por você é autorizada pelo Banco Central do Brasil, você pode buscar uma administradora autorizada diretamente no site do Banco Central (que é a autoridade que regulamenta e fiscaliza o sistema de consórcios) ou no site da ABAC.

 

2 – Encontre o plano que melhor se encaixa no seu orçamento.

É importante pesquisar para encontrar a melhor opção para sua necessidade. Sabemos que muitas regras do consórcio são determinadas por lei e normativos, mas a administradora é livre para oferecer os planos que achar mais adequados aos seus clientes.

Sendo assim, valor do crédito, taxa de administração, prazo, cobrança dentre outros pontos, variam entre as empresas.

 

3 – Leia o contrato atentamente.

Sempre orientamos o consumidor a ler com bastante atenção as cláusulas do contrato. Nele consta todos os direitos e deveres do consorciado e da administradora.

Lendo atentamente o contrato você fica ciente de todas as regras do seu consórcio.

 

4 – Analise se você pode esperar a contemplação.

A palavra que resume o consórcio é planejamento. Por isso analise sua necessidade e veja se você pode aguardar a contemplação por sorteio ou lance. A modalidade é ideal para quem se programa para conquistar o que deseja em médio e longo prazo.

Vale ressaltar que no consórcio todos os participantes concorrem em igualdade, e não é possível saber quando você será contemplado. Para aproveitar o planejamento do consórcio é necessário se planejar.

 

5 – Informe-se quanto às garantias.

Para garantir a segurança do grupo a administradora precisa seguir alguns procedimentos. A apresentação de garantias é uma delas.

De acordo com a legislação, a administradora pode solicitar ao consorciado até mesmo garantias complementares, caso julgue necessário. Para utilizar o crédito ao ser contemplado, o consorciado precisa comprovar para a administradora que pode arcar com os compromissos do consórcio até o final do grupo. Assim, a contemplação dos demais participantes, que depende da contribuição de todos ficará assegurado. Em caso de dúvidas entre em contato com a administradora.

 

6 – Entenda por que a parcela pode variar.

O crédito no consórcio é corrigido conforme o critério estabelecido no contrato, sendo o mais comum algum índice de inflação (como IPCA e IGPM) ou o preço sugerido pelo bem, como no caso de veículos. Isso acontece para que, independentemente da data em que for contemplado, você possa adquirir o bem ou serviços desejados.

Vale destacar que o valor do seu crédito também pode variar para menos. Se o índice for negativo ou o preço sugerido cair, o valor do seu crédito e da sua parcela também cai. Se o índice for nulo ou o preço sugerido não for alterado, seu crédito também não sofrerá alteração.

É importante compreender que as parcelas continuarão sendo atualizadas, se for o caso, mesmo após a contemplação, pois os participantes que ainda não foram contemplados também precisam realizar os seus objetivos. Graças à correção do crédito, seu poder de compra estará garantido. 

Se você ainda tem dúvidas se essa é a melhor opção para você, preparamos um artigo com alguns motivos para você fazer um consórcio.

Tomando esses cuidados, você pode participar sem medo de um consórcio e usufruir tranquilamente de suas aquisições.