Escolha uma Página

Se você deseja adquirir a casa própria pelo consórcio de imóveis, você tem um grande aliado. Além de todas as características da modalidade, ele permite o uso do fundo de garantia (FGTS). Se você já adquiriu a sua casa própria, também pode utilizar o FGTS para pagar seu consórcio.

O uso do FGTS no consórcio de imóveis está condicionado ao atendimento dos requisitos no imóvel e do trabalhador, determinados pelo agente operador, ou seja, a Caixa Econômica Federal.

As operações para liberação do FGTS podem ser realizadas diretamente pela administradora de consórcios, caso ela seja credenciada para isso junto à Caixa Econômica Federal, ou por um agente financeiro.

Segundo as regras, que estão disponíveis no manual do FGTS utilização na moradia própria, constam a obrigatoriedade de o imóvel ser residencial urbano e destinado a moradia do trabalhador no caso da construção, é necessário que o terreno seja de propriedade do trabalhador. No entanto, se você pretende fazer aquisição de terreno com FGTS, isso só é possível se a compra estiver associada a construção imediata do imóvel.

 

Pré-requisitos para a utilização do saldo do FGTS

  • O consorciado deve contar no mínimo com 3 anos de trabalho sobre o regime do FGTS, na mesma empresa ou em empresas diferentes.
  • O consorciado que desejar utilizar o saldo do FGTS no seu consórcio deve ser o titular da conta que será utilizada.
  • O consorciado, titular da conta não pode ser proprietário, usufrutuário, promitente comprador, ou adquirente de algum imóvel no mesmo município de residência, ou no mesmo local de seu trabalho na data da aquisição do imóvel.
  • O titular da conta do FGTS não pode possuir financiamento ativo no Sistema Financeiro de Habitação (SFH).

 

Possibilidades de saque do FGTS para Consórcio de Imóveis.

  • Oferta de lance em consórcio de imóveis;
  • Complementação da carta de crédito de consórcio para aquisição de um imóvel de maior valor;
  • Amortização ou liquidação do saldo devedor de consórcio de imóvel;
  • Pagamento de parte das parcelas do consórcio de imóveis.

 

Quando o FGTS não pode ser utilizado?

Não é permitida a utilização do saldo de FGTS para pagamento imobiliário quando a carta de crédito está sendo usada para a quitação de financiamento de um imóvel, quando o titular deseja adquirir um terreno ou um imóvel comercial, ou quando o titular deseja fazer a reforma de um imóvel.

Como é feito o pagamento através do FGTS?

O valor máximo do imóvel não pode ser superior ao limite de R$ 500.000.00. Quando o FGTS é utilizado para pagamento de consórcio, o seu saque é realizado de uma só vez.

O FGTS também pode ser utilizado para realizar o pagamento de prestações em atraso, desde que o atraso não seja superior a três prestações.

Quando o consorciado decide realizar o pagamento através do saldo de FGTS mais de uma vez, é permitido, desde que seja respeitado o limite de no mínimo 2 anos entre uma movimentação e outra.

O saldo do FGTS pode ser utilizado para operações de consórcio imobiliário, desde que sejam respeitadas as condições especificadas do texto. Portanto, se você deseja conquistar o sonho de ter a sua casa própria, esse é mais um benefício que o consórcio oferece! Não perca tempo e faça já a sua simulação.